AGES - Casos Sobrenaturais

Página 5 de 40 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 22 ... 40  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por ArabellaC. em Sex Jul 24, 2015 11:36 pm



Clarisse Silveri | Agente | 23 anos

_ Eu sei, querido _ respondeu, quando ele falou que ela era engraçada. O comentário seguinte fez ela parar o que fazia e erguer os olhos para fitá-lo, ele estava morto, aquele pervertido.
Ouviu Caron.
_ Isso terá volta John, sugiro que análise sua bebida antes de beber _ e sim, ela estava insinuando que iria envenená-lo, apenas para fazer terror psicológico e ver a cara dele cada vez que fosse beber a cerveja.



Peter Ives | Agente | 32 anos

_ Sim, será _ garantiu Jake, atravessaram as portas do estabelecimento e o loiro a guiou até o balcão, ao se aproximar notou uma figura conhecida, Theo. Se aproximou mais do moreno, trazendo Jemma pela mão.
_ Ei Theo!



Beatrice Ives | 21 anos | Fotografa

Sua mente trabalhava em algum jeito de saírem dali, precisavam acabar com todos os fantasmas, mas agora Steven não poderia se mover direito e estava com dor.
O rei de amarelo?
_ Eu não sou de fazer promessas Stell, mas quando eu faço, eu as cumpro _ela jamais iria deixá-lo morrer por covardia, porque não queria se envolver ainda mais naquele mundo.
Ela não tinha tanto tempo assim para refletir sobre o rei e o que ele queria com Steven, desistiu de fazer ele subir a imensa escadaria e começou a levá-lo na direção da porta mais próxima, era o escritório, trancou a porta e o levou com dificuldade até o sofá.
_ Você ficará aqui, em qual quarto está a boneca? _ perguntou, apalpando os próprios bolsos, ela tinha certeza que tinha o estilete ali, estava usando-o para cortar as fotos que adicionaria no mural da sala. O encontrou, e dobrou a manga do casaco do braço direito.

ArabellaC.
Admin

Mensagens : 1695
Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por LolitaRoger em Sab Jul 25, 2015 12:12 am


John Constantine

Olhou Caron com um arqueio de sobrancelha sem qualquer humor.
Aquele cara não devia conhecer bem Clarisse, pois se conhecesse saberia que Constantine corre mais risco com ela do que ela com ele (e o loiro nunca vai dizer isso em voz alta ou vai realmente acabar morrendo).
Escutou a ameaça de Clare e não pode evitar a expressão de sutil terror que passou por seu rosto.
Ela era realmente capaz de fazer aquilo... Não duvidaria...

Dorian H. Gray

–Aquilo foi um erro, agora reconheço. Mas quem imaginaria que um simples ‘sim’ seria o bastante para firmar um acordo com criaturas que supostamente não deveriam existir? – falou –Nada era capaz de me ferir. Nada era capaz de me matar. Nem lâminas... Nem o tempo... – o olhar no rosto da albina se tornou mais triste, mais cheio de culpa enquanto seguia com a história –Mas eu matei Basil, meu amigo. Assim como matei muitos outros. Me arrependi de meus pecados, mas não era o bastante para desfazer o que foi feito daquele quadro. Até hoje ele permanecesse oculto e protegido. Porque sou covarde, tenho medo do que me aguarda quando afinal a morte me alcançar. Desde então tenho gasto meu tempo me passando por humana. Simples e quebrável humana. Até o dia em que eu seja capaz de salvar minha alma do que ela se tornou...

Steven Lancaster

Não entendeu nada do que Madeleine falava e sinceramente estava com preocupações maiores no momento do que desvendar algum enigma em forma de canção infantil (ele nem lembrava dela aprender aquilo).
O que diabos era o rei de amarelo?
–Você vai mesmo me chamar desse jeito, não é? – perguntou com um certo humor apesar da situação (melhor do que se entregarem ao desespero ou algo assim).
Logo ela o levava para o escritório mais próximo, fechando a porta e o colocando em um sofá.
Escutou o que Beatrice falava e balançava a cabeça em negativa.
–Você não pode apenas ir sozinha. – a mansão era enorme, ela não encontraria tão fácil o quarto do armário sozinha, e ele não simplesmente queria deixar a garota por conta própria com um fantasma ali e sabe-se lá o que mais possa estar na casa (ele ainda não havia entendido aquilo do rei).

Madeleine Lancaster

-*-*-

Theodore O’Callaghan

Terminava sua cerveja quando viu Peter se aproximar acompanhado de uma jovem de quem ele não realmente se lembrava. Talvez a tivesse visto alguma vez antes, mas não conseguia se lembrar onde.
–Peter. – ele falou se levantando para cumprimentar o outro –Olá . – falou para a moça que o acompanhava –Onde estão os outros?

LolitaRoger
Admin

Mensagens : 1707
Data de inscrição : 18/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por ArabellaC. em Sab Jul 25, 2015 12:30 am


Beatrice Ives | 21 anos | Fotógrafa

_ Apenas até eu encontrar aquele apelido que combine com você _ sorriu, mas sentia que poderia ter evitado que ele se ferisse , se ela tivesse agido logo, tinha treino, conhecimento e habilidade para lidar com aquelas coisas, só não queria e esse não querer permitiu que ele se ferisse.
Escutou o que ele disse e se sentou ao seu lado.
_ Eu não quero que você se fira mais Steven _ era verdade, ela se importava com ele demais para deixar que ele se ferisse _ Eu não sou tão indefesa quanto aparento, e além do mais eu fiz uma promessa para você e pretendo cumprir.
Ele parecia irredutível.
_ Façamos um trato se eu não voltar em vinte minutos, você vem atrás de mim, o que acha?
Ela o olhou com aquela expressão de totó sem dono e depois sorriu travessa, e lhe deu um abraço com cuidado para não machucá-lo.
_ Ei não vai me demitir por isso, não é? _ brincou, em meio ao abraço, ela queria poder protege-lo e o faria.

ArabellaC.
Admin

Mensagens : 1695
Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por LolitaRoger em Sab Jul 25, 2015 1:08 am


Steven Lancaster

–Você é criativa, vai acabar encontrando algum. – sorriu de volta pra ela, apesar de saber que ela se culpava pelo que aconteceu. Mas ela não tinha que se culpar, estavam lidando com um fantasma, algo que nem mesmo deveria ser real.
Logo ela sentava ao seu lado, dizendo que não queria que ele se ferisse. Estendeu sua mão e pousou sobre a dela.
–Eu também não quero que você se machuque. – falou.
Ele realmente se importava demais com ela, não queria sequer pensar na possibilidade dela se machucar também. Arqueou a sobrancelha ao ouvi-la dizer que não era tão indefesa quanto parecia. Pra ele ela sempre seria indefesa, e sempre iria querer mantê-la protegida. Era quase parte da natureza dele.
–Ok.. Façamos esse trato.. – disse a contragosto, mas incapaz de dizer não quando ela fazia aquela cara, logo a abraçando de volta –Não, você está a salvo por enquanto. – brincou enquanto a soltava do abraço.

Madeleine Lancaster


LolitaRoger
Admin

Mensagens : 1707
Data de inscrição : 18/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por ArabellaC. em Sab Jul 25, 2015 1:30 am


Beatrice Ives | 21 anos | Fotógrafa

_ Estou contando com isso _falou se referindo ao apelido.
Ele disse que também não queria que ela se ferisse, ela e perguntava desde quando se tornaram tão próximos.
Ele aceitou o acordo.
_ Voltarei logo, sabe me dizer qual quarto é? _ perguntou, o soltando do abraço e se levantando, foi até a porta.


ArabellaC.
Admin

Mensagens : 1695
Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por LolitaRoger em Sab Jul 25, 2015 1:46 am


Steven Lancaster

Logo se soltavam do abraço e ela perguntava qual era o quarto onde estava o armário no qual a boneca aparecia.
–Terceiro andar, ala leste, a última porta à esquerda. – falou torcendo para que ela não se perdesse (ele mesmo volta e meia se perdia pela casa quando precisava chegar em algum lugar e não prestava muita atenção) –Tente não se perder. E eu vou estar mesmo contando o tempo. – avisou.
Se desse os vinte minutos do acordo ele realmente ia atrás dela.

Madeleine Lancaster


LolitaRoger
Admin

Mensagens : 1707
Data de inscrição : 18/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por ArabellaC. em Sab Jul 25, 2015 1:59 am


Beatrice Ives | 21 anos | Fotógrafa

_ Certo, não irei me perder. Já volto Stell _ sorriu, atá parecia que ela iria comprar pão ou atender alguma visita, quando na real iria a caça ao fantasma. _ Não abra a porta, mesmo que lhe peçam.
Dizendo isso saiu do escritório, fechando a porta atrás de si. Encostou o atiçador na parede e estendeu o braço direito, abrindo o estilete e passando a lamina no mesmo, fazendo um corte, vendo o tom de carmesim escorrer pela pele clara, quando o estile no bolso e sujou os dedos da mão esquerda com o próprio sangue, logo ela desenhava algo na porta, era uma espécie de cruz romana ao inverso, seus lábios se moviam, mas nenhum som saía, assim que terminou, pegou o atiçador e disparou pela escada.

ArabellaC.
Admin

Mensagens : 1695
Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por LolitaRoger em Sab Jul 25, 2015 2:22 am

Madeleine Lancaster


–Stev...? ... Stev...? – ela chamava enquanto seguia através dos corredores, mas em lugar algum sentia a presença de seu irmão, quase como se algo o mantivesse oculto dela –Stev... Eu não quero ficar sozinha...
Ela olhava para trás.. Ouvindo as vozes que sussurravam e não a deixavam em paz desde que a fizeram acordar novamente. As garras na escuridão... Os olhos no desconhecido.
–Stev... Me ajuda... A escuridão está vindo.. – ela chorava pelo irmão –Stev..! Eu estou com medo...
Madeleine seguia vagando pelos cômodos, aos seus pés estavam os cadáveres dos criados. Todos aparentemente cometeram suicídio, mas ela sabia que não havia sido suícido: foi a escuridão...
Ao virar um corredor ela viu a mulher que estava com seu irmão... Seu Stev...
–Cadê o meu irmão? – ela perguntou com a cabeça um pouco inclinada para o lado. O sangue dos criados mortos escorria aos seus pés e descia pelos degraus da escada –Ele disse que a gente ia brincar.. – ela sorria.

LolitaRoger
Admin

Mensagens : 1707
Data de inscrição : 18/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por ArabellaC. em Sab Jul 25, 2015 2:35 am

[center]
Beatrice Ives | 21 anos | Fotógrafa

Ela subia os degraus aos saltos como atiçador em uma das mãos e os olhos atentos a qualquer movimentação, ela agradecia internamente por se manter treinando, mesmo após a saída da AGES, chegou ao terceiro andar. Virou no corredor da ala leste e viu vários corpos e sangue no chão, seus olhos nem piscaram, não era a primeira vez que via uma cena daquela, mas não conseguia não sentir, quando ia dar o próximo passo se deparou com a garotinha, segurou o atiçador com firmeza.
_ Foi embora _ respondeu a morena, fitando a garotinha, não adiantava sentir dó, compaixão...Ela não era apenas uma criança, girou o atiçador e a acertou e seguiu em frente.

[/center

ArabellaC.
Admin

Mensagens : 1695
Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por LolitaRoger em Sab Jul 25, 2015 2:52 am

Madeleine Lancaster


O ferro doía...
Por que ela estava sendo má?
Por que aquela moça não podia ser gentil com ela?
Será que ela não sabia que é perigoso andar pela casa quando a escuridão estava a solta?
Ninguém havia ensinado à ela?
Quando seu corpo voltou a estar formado ela estava de pé diante de um espelho, olhava seu reflexo ali, vendo o ferimento da arma.
–O que aconteceu comigo...? – perguntou para ninguém em particular –Stev!!!!!!!
O grito dela foi alto. Todas as portas bateram sendo fechadas, todos os espelho se quebrando e os cacos voando através do corredor. Muitos deles na direção de Beatrice.
–Steeeeeeeeeev!!!!

LolitaRoger
Admin

Mensagens : 1707
Data de inscrição : 18/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por Daenis em Sab Jul 25, 2015 2:57 am

Jemma Park Willberg | 26 anos | Agente

O homem afirmou que seria divertido e Jemma não disse mais nada, tinha medo de que sua voz lhe entregasse. Ela não estava desconfortável - não do mesmo jeito que se sentira no carro -, mas ela não sabia como agir e tinha medo de que seu constante constrangimento estragasse a noite.
Deixou que Peter a guiasse pela mão até o bar, enquanto olhava ao redor encantada com o lugar. Ouvi-o chamar alguém pelo nome e foi com ele enquanto se aproximavam de um homem de cabelos negros sentado no balcão não muito longe deles. Peter havia dito que a maioria do pessoal da AGES vinha para cá afogar as mágoas. Esse cara trabalhava na AGES? Porque ela não se lembrava de ter visto ele antes. O que na realidade não era muita surpresa.
Quando ele a cumprimentou, ela pareceu um pouco surpresa. Não era por menos, ela já estava admirada por ter interagido com Peter hoje, mas com um estranho? Isso era de se enquadrar e pendurar na parede.
- Olá - respondeu um tanto encabulada.

Caron John Whirt | 33 anos | Agente

Caron achou cômica a expressão que perpassou o rosto de John, claramente com medo de Clare. A garota realmente era tudo isso? Ele olhou para ela com mais atenção. Ela parecia tão... Normal. Caron não a conhecia direito afinal, mas mesmo assim pôde apreciar a expressão de terror no rosto de John.

Charlotte "Charles" Ruth Middleton | 23 anos | Garçonete/aspirante à cantora

Quando Dorian terminou a narração Charles estava boquiaberta e com os olhos pesados. A história era tão triste. E tão impossível. Mas tinha de ser verdade, afinal, como mais poderia ser explicado a cura milagrosa de Dorian depois do ataque?
Ela colocou o copo vazio para o lado e puxou a amiga para um abraço. Sentiu que ela estava precisando. E sinceramente, ela própria estava precisando de um abraço. Algo familiar. Algo no qual se apoiar.
- Eu não sei o que dizer - Charles falou contra o cabelo branco da amiga. - Me sinto tola. Me sinto tola porque se falar que é difícil de acreditar estarei diminuindo seus sentimentos e se disser que sinto muito... Tenho medo de estar sendo enganada.
avatar
Daenis
Admin

Mensagens : 112
Data de inscrição : 17/07/2015

Ver perfil do usuário http://ages.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por ArabellaC. em Sab Jul 25, 2015 3:02 am


Beatrice Ives | 21 anos | Fotógrafa

O ritmo de suas passadas aumentavam e logo ela voltava a correr, sentia um enorme desconforto, olhou pro bracelete, parecia bem, mas ela estava começando a se agoniar novamente. Simplesmente ignorou aquilo outra vez e prosseguiu, escutou um grito agudo e alto e todos os vidros estilhaçaram-se, automaticamente ela baixou a cabeça e sou os braços como proteção para evitar que os cacos atingissem o rosto, pior os seus olhos. Sentiu alguns cortarem a sua pele e ela voltou a correr, até que chegou ao final do corredor, a última porta, abriu e entrou indo direto até o armário caçando a boneca.



Clarisse Silveri | Agente | 23 anos

Olhou a expressão dele satisfeita, era incrível o que o efeito de algumas palavras esclarecedoras poderiam ter. Alguns poucos minutos depois ela terminou de dar os pontos e só para ter certeza de que ele não iria rompe-los, enrolou o gaze em volta, obviamente sem apertar, apenas uma proteção. Ela guardou as coisas na maleta.
_ Onde está a camisa? _ perguntou já que ela ainda não havia se trocado.



Peter Ives | Agente | 32 anos

_ Eles estão a caminho, hoje a noite será longa _ respondeu Peter, fazendo um sinal para que Jemma se sentasse.
_ Muito trabalho?

ArabellaC.
Admin

Mensagens : 1695
Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por LolitaRoger em Sab Jul 25, 2015 3:43 am


John Constantine

–Você é uma pessoa cruel, Clare. Muito cruel. – acusou enquanto se levantava e ia pegar uma camisa pra ela –Eu ainda não entendo por que a Jake² te ‘venera’ tanto, acho que é só porque ela ainda não conhece seu lado cruel e maligno. – ele abria o armário e se virava pra ela –Que cor você quer? Tenho branco e... Branco.. Ah sim, tenho branco também. – brincou antes de jogar uma camisa branca pra ela –Vai quere uma gravata? – riu um pouco enquanto pegava uma camisa branca para si também e uma gravata vermelha.

Dorian H. Gray

Abraçou Charles de volta. A amiga precisava ser consolada mais do que ela. Dorian já havia aceitado isso a respeito de sua vida, que havia se tornado imortal e que teria que lidar com os séculos que viriam e em assistir todos aqueles que ama e com quem se importa envelhecerem, terem seus próprios filhos e netos, e morrerem, enquanto ela vai ficando para trás solitária... Não era um pensamento agradável. Mas a verdade nem sempre é.
–Tudo bem, Charles. – falou afagando com cuidado o cabelo da amiga –Está tudo bem... Eu já me acostumei com isso. Já aceitei..
[center]
Steven Lancaster

Não podia simplesmente ficar parado esperando. Ainda mais quando escutou o grito e os espelhos sendo destruídos. Saiu do escritório e atravessou os corredores, subindo a escadaria as presas e chegando ao terceiro andar onde viu todos aqueles corpos.
Não queria acreditar no que seus olhos viam. Todas aquelas vidas perdidas apenas por estarem em sua casa... Era terrível.
Atravessa o corredor, sentindo como se garras viessem da escuridão tentando puxá-lo e afastá-lo do quarto onde estava a boneca. Quando chegou lá ele pode ver que sangue escorria de vários cortes em seu corpo, mas ao menos alcançou o local a tempo.

Madeleine Lancaster



-*-*-

Theodore O’Callaghan

Ouviu a garota responder ao seu cumprimento e sorriu para ela de forma gentil (sim, ele é um cara bem gentil com mulheres em geral devido a ter tantas irmãs que já se acostumou a ser automaticamente gentil, tanto que diferente dos outros ele jamais se arriscou a provocar Clarisse –presava por sua vida–).
Se moveu para o lado deixando que Jemma ocupasse o banco vago.
–Você provavelmente não me conhece, sou Theodore. É um prazer conhece-la. – se apresentou.
Logo escutou Peter.
–Nem tanto. Apenas estou com um amontoado de teses dos meus alunos pra corrigir, e começo a me questionar como pessoas com aquele nível de intelecto conseguiram passar para cursar História e Folclore. Alguns nem mesmo são capazes de compreender runas básicas. – ele esquecia que nem todos foram praticamente nerds durante a vida acadêmica como ele –Caron também está vindo?

LolitaRoger
Admin

Mensagens : 1707
Data de inscrição : 18/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por Daenis em Sab Jul 25, 2015 4:03 am

Jemma Park Willberg | 26 anos | Agente

Jemma ocupou o lugar que ele liberara para ela e arrumou a bolsa no colo. Sentiu as bochechas esquentarem um pouco quando ele se dirigiu a ela novamente, mas ignorou o melhor que pôde.
- Sou... Jemma - ela gaguejou. - O prazer é meu.
Ela comprimiu os lábios e tentou relaxar, apesar de seus ombros estarem visivelmente tensos. Reprimindo-se mentalmente, ela escutou interessada a conversa deles. Pelo que ela havia entendido ele era um professor de História e Folclore. Ela não pôde evitar erguer a cabeça levemente à menção do nome de Caron. Ele também o conhecia?

Caron John Whirt | 33 anos | Agente

- Vou esperar na sala - Caron anunciou enquanto se desencostava do batente da porta e voltava vagarosamente para a sala com as mãos nos bolsos a fim de dar privacidade para a garota se trocar.

Charlotte "Charles" Ruth Middleton | 23 anos | Garçonete/aspirante à cantora

Ela se afastou do abraço, mas manteve as mãos no ombro da outra. Charles começou a pensar na vida em que Dorian provavelmente teve, completamente solitária, sem ter ninguém a quem pudesse verdadeiramente confiar. Sentiu-se inflamada por uma tristeza avassaladora.
O choque dos eventos daquela noite mais a notícia de Dorian pareciam estar finalmente afetando Charles. De um segundo para o outro, a garota estava aos prantos.
- Do-... rian... - ela falou com a voz entrecortada pelo choro. - Meu Deu-... Eu sinto tanto...
Ela não sabia pelo que estava chorando. Se chorava por sentir-se triste por Dorian, pelo medo que sentira naquela noite ou porque de uma hora a outra a realidade que ela conhecia parecia não ser mais a mesma. O chão havia sido retirado de seus pés e ela estava em queda livre.
avatar
Daenis
Admin

Mensagens : 112
Data de inscrição : 17/07/2015

Ver perfil do usuário http://ages.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por ArabellaC. em Sab Jul 25, 2015 4:15 am



Clarisse Silveri | Agente | 23 anos

Quase riu do drama dele, e pretendia usar essa tática sempre que ele lhe provocasse.
_ Eu não fiz nada, não seja ingrato, eu te ajudei com o corte _ disse ela, como se realmente fosse inocente. _ Diferente de você, Bea sabe que eu sou um poço de bondade e calma.
Ele nunca usava camisa de outra cor.
Pegou a camisa que ele lhe jogou.
_ Eu irei me trocar no banheiro _ falou em resposta a Caron.
A morena foi até o banheiro, fechando a porta atrás de si. Retirou o sobretudo e vestiu a camisa, que mais parecia um vestido, abotoou e depois vestiu o sobretudo novamente, saiu do banheiro.
_ Vamos?


Peter Ives | Agente | 32 anos

Olhou cético para Theo, ele deveria saber que os nerds são uma raça em extinção.
_ A sua raça está em extinção meu caro _ o lembrou, com um sorriso sacana, se sentou em uma das baquetas e pediu uma cerveja.
_ O que irá querer Jemma?
Escutou o moreno.
_ John e Clare estão o arrastando para cá.



Beatrice Ives | 21 anos | Fotógrafa

Abriu as portas do armário retirando tudo para fora, tinha que ser rápida, pressentia que tudo iria piorar se demorasse demais, um fio de sangue escorria por sua testa e descia pela lateral do seu rosto, mas ela não pareccia notar. Finalmente achou a maldita boneca, levou a mão ao bolso, pegando o esqueiro, até que Steven adentrou no quarto.
_ O que está fazendo aqui?! _ indagou, numa mescla de surpresa e incredulidade, havia pedido para ele esperar, o olhou com mais atenção, ele estava ferido, mais do que antes, seu cenho franziu em preocupação e ela entrgou o esqueiro e a boneca para ele, afinal já que ele estava ali poderia dar o descanso para a irmã.


ArabellaC.
Admin

Mensagens : 1695
Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por LolitaRoger em Sab Jul 25, 2015 5:19 am


John Constantine

Clarisse pegou a camisa e foi para o banheiro enquanto ele pegava uma e vestia logo colocando a gravata também (por algum motivo ele nunca estava sem gravata, era quase parte de seu vestuário cotidiano, era bem raro estar sem –apesar de não impossível–)
Já pronto ele voltou a pegar o sobretudo e encontrou os outros na sala.
–Vamos. – falou enquanto guiava os outros pra fora.
Olhou a fada raivosa por sobre o ombro.
–Se continuar destruindo o apartamento não te arranjo mais absinto. Sua fada alcoólatra, aposto que foi por causa de bebida que te chutaram do reino das fadas, sua mini babaca. – ele e aquela fada nunca se dariam bem.

Dorian H. Gray

–Está tudo bem... Tudo bem, Charles. – falou tentando acalmar a outra.
Levantou e fez a outra ficar de pé enquanto a guiava na direção do banheiro.
–Melhor você tomar um banho quente e vestir suas próprias roupas, isso vai te deixar sentindo um pouco mais como você mesma.
Precisava ajudar Charles a lidar com tudo aquilo, para a geração dela deveria ser ainda mais difícil aceitar a existência do oculto e do sobrenatural, já que são ensinados desde pequenos que esse tipo de coisa deve ser considerado impossível.


Steven Lancaster

Não respondeu, apenas aceitou a boneca e o isqueiro que lhe eram estendidos.
Segurava ambos enquanto finalmente caía a ficha de que as últimas lembranças de sua irmã seriam destruídas e que ela se tornou em algo horrível que ele jamais imaginou que pudesse ser real.
–Stev..? O que está fazendo? – a voz de Madeleine vinha de algum ponto na porta atrás de suas costas –Stev.. não...
Ele se virou para ela. O isqueiro  acesso em uma mão e a boneca na outra.
–Não Stev... – ela implorava. Chorava –Eu não quero ficar sozinha... É escuro lá.
Ele deu um passo na direção de Madeleine, ficando entre ela e Beatrice.
–Está tudo bem, Madie. – falou aproximando a chama da boneca –Sabe, esse é como outro de nosso jogos. – ele voltava a prometer, se esforçando para não sucumbir a vontade que tinha de simplesmente desabar e chorar por erros passados –Você vai ser uma boa garota e me esperar, certo, Madie?
Ela assentiu apesar das lágrimas começarem a correr por sua face sem cor e suja com o sangue que escorria da ferida onde ele foi alvejada na testa.
–Se eu for boazinha você vai me encontrar, não vai? – ela perguntava –E vamos brincar de novo como antes..né?
–Eu sempre vou te encontrar, Madie. – prometeu deixando que a boneca pegasse fogo.
–Vou esperar por você.. – ela falava enquanto seu corpo desaparecia em chamas e cinzas que simplesmente se dissolviam no ar como uma miragem.

Madeleine Lancaster



-*-*-

Theodore O’Callaghan

Jemma ocupava um banco que estava vago e o moreno seguia na conversa com Peter. Revirando os olhos ao escutar que era uma raça em extinção.
–Ainda tenho esperanças de que algum dia terei alunos mais aplicados. Ou ao menos alguém com quem eu consiga conversar sobre o tipo de coisa que meus alunos deveriam estar interessados em saber. – sim, oficialmente um nerd.
Ouviu ele perguntar para a moça o que ela ia querer, mas ela não parecia do tipo que gosta de beber assim como os outros.
–Dome. – ele chamou a ruiva –Outra cerveja para mim e.. – se virou para Jemma –Dome também tem bebidas sem álcool e um dos melhores irish coffee que você pode tomar. – indicou para ela –Ela pode preparar sem whisky se quiser. Devo pedir?

LolitaRoger
Admin

Mensagens : 1707
Data de inscrição : 18/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por ArabellaC. em Sab Jul 25, 2015 5:33 am


Beatrice Ives | 21 anos | Fotógrafa

Assim que ele pegou a boneca e o esqueiro ela viu claramente a dor em seus olhos, aquilo lhe perturbava, pelo simples fato de que não que ria que ele tivesse que sofrer tanto, ele não merecia.
Steven lhe deu as costas ao escutar a voz da pequena e ela não ousou se pronunciar. Escutou a promessa que ele fizera a irmã e a viu em chamas e se dissipar em cinzas, piscou os olhos algumas vezes espantando as lágrimas, deu alguns passos para frente e o abraçou por trás, encostando o rosto em suas costas e levando uma das suas mãos até a dele e a apertando, como se dissesse "estou ao seu lado".



ArabellaC.
Admin

Mensagens : 1695
Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por LolitaRoger em Sab Jul 25, 2015 6:04 am


Steven Lancaster

Aquilo foi doloroso. Foi realmente doloroso.
Ele causou a morte de Madeleine uma segunda vez. E nem mesmo foi capaz de fazer uma promessa decente...
Sentiu os braços que o envolviam e sabia que era Beatrice. Apertava a mão dela que estava na sua como se ela precisasse ser reconfortada tanto quanto ele depois daquilo tudo que havia acontecido.
–Está tudo bem, Abelhinha.. – falou para a garota, mas não, não estava nada bem. Apenas queria mentir para si mesmo e fingir que acreditava.

LolitaRoger
Admin

Mensagens : 1707
Data de inscrição : 18/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por ArabellaC. em Sab Jul 25, 2015 6:16 am


Beatrice Ives | 21 anos | Fotógrafa

O manteve naquele abraço por um bom tempo, se sentia mal por ele, era difícil ve-lo tão desolado e não poder fazer nada para ajudá-lo, ela queria ele bem. Ele disse que estava tudo bem, mas era óbvio que não.
Afrouxou um pouco os braços e o rodeou até ficar na sua frente, tirou com cuidado o esqueiro de sua mão, e depois o abraçou, afagando os cabelo escuros.
_ Você irá ficar bem Steven, eu...Você tem a mim, não vou te deixar só _ falou, ela o ajudaria a superar aquilo, não importava o tempo que levasse, ele merecia ser feliz. O segurou ali, aguardando. Talvez ele conseguisse soltar tudo que estava prendendo dentro de si, talvez a dor aliviasse.

ArabellaC.
Admin

Mensagens : 1695
Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por Daenis em Sab Jul 25, 2015 6:03 pm

Jemma Park Willberg | 26 anos | Agente

Jemma estava meio entretida na conversa dos dois; havia percebido o sotaque carregado de Theodore e, sendo uma amante das línguas, ela simplesmente não pôde deixar de apreciá-lo.
Peter perguntou o que ela iria querer tomar e a moça o olhou com a boca entreaberta, como se só tivesse se dado conta disso agora. Jemma não era o tipo de pessoa que bebia em público - tinha medo de cometer alguma gafe.
Levou uma fração de segundo para perceber que Theodore havia se dirigido a ela novamente. O olhou e comprimiu os lábios em um sorriso de agradecimento antes de desviar o olhar.
- Sim, por favor - ela falou, brincando com os dedos sobre o colo.

Caron John Whirt | 33 anos | Agente

Caron os olhou e assentiu. Saíram de lá - não antes de John discutir novamente com a fada raivosa - e começaram a fazer o caminho de volta até o carro.

Charlotte "Charles" Ruth Middleton | 23 anos | Garçonete/aspirante à cantora

Dorian a guiou até o banheiro e Charles se sentia um pouco estúpida enquanto ainda chorava daquele jeito. Não queria se mostrar vulnerável. E além do mais, sentia que estava tirando a atenção do foco principal, que era Dorian, por uma coisa boba: o fato de ela não conseguir lidar com isso. Mesmo com esses pensamentos em mente, ela não conseguia evitar chorar. E isso só a fazia chorar mais.
Entrou no banheiro e ligou o chuveiro para que a água esquentasse. O ar estava frio - muito frio -, mas começou a se despir, não se importando com a presença da amiga.
avatar
Daenis
Admin

Mensagens : 112
Data de inscrição : 17/07/2015

Ver perfil do usuário http://ages.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por LolitaRoger em Sab Jul 25, 2015 6:35 pm


Steven Lancaster

Ficaram abraçados daquele forma por um longo tempo, ou por um tempo que lhe pareceu longo (ele realmente não estava em condição de se ater a esse tipo de detalhes depois de tudo que aconteceu). Ela parecia não acreditar quando ele disse que estava bem, o que não era nenhuma surpresa, já que ele próprio também era incapaz de acreditar que estava bem, não depois daquilo que haviam acabado de vivenciar. Era insano.
Demorou para perceber o que ela fazia, nem mesmo sentiu o abraço ser afrouxado, apenas percebeu quando ela tirou o isqueiro de sua mão e o abraçava dessa vez estando de frente pra ele, sentindo o afago gentil em seu cabelo na tentativa de reconforta-lo.
A voz dela repetia que ele ficaria bem...
–Eu já disse que estou bem, Abelhinha.. – falou apesar de continuar abraçado à ela, como se a garota fosse uma ancora que o prendia à realidade e o impedia de ser arrastado para lembranças dolorosas demais para se lidar –Acho que agora você precisa ir.. Descansar em uma casa que não esteja cheia de cadáveres.. – ele se recordava da visão dos corpos no corredor.

LolitaRoger
Admin

Mensagens : 1707
Data de inscrição : 18/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por ArabellaC. em Sab Jul 25, 2015 7:31 pm


Clarisse Silveri | Agente | 23 anos

Se dirigiu para saída junto com os dois, saíram do flat e seguiram para saída do prédio, logo alcançaram o carro e ela abriu as portas para que entrassem e ocupou o seu lugar como motorista.


Peter Ives | Agente | 32 anos

_ Bea era interessada nas histórias, mitos e culturas não só da Europa, mas de outros continente também, mas faz tempo que não a vejo fazendo essas pesquisas _ pesquisas que ele achava entediante, porém ele havia percebido que o enfoque da irmã era sobre os mitos, principalmente sobre as criaturas que eles davam o fim _ Só digo uma coisa: boa sorte em encontrar alguém assim.
Ele olhou para Jemma e um sorriso muito suspeito surgiu.
_ Jemma gosta de pesquisar sobre Egito e Grécia.



Beatrice Ives | 21 anos | Fotografa

Ela o manteve abraçado ali, deveria estar chocado com o que vivenciou, o fantasma da irmã, o massacre, os corpos sem vida...Não era fácil, nem que ser aceitável ou humano...Mas ela não estava tão abalada, o que lhe fez se sentir angustiada foi Steven, o que ele perdeu e não o resto, ela já havia se acostumado aquilo e isso era o pior.
Escutou as suas palavras. Ele pensou mesmo que ela iria deixá-lo naquela mansão? Sozinho, com cadáveres e sabe que tipo de horror se escondia ali?
_ Você vem comigo. _ e aquilo não era um pedido, o soltou devagar, e pegou uma de suas mãos _ Vamos.
Ela ligaria para AGES, para eles limparem a cena e investigar o resto, aquilo não era com ela.

ArabellaC.
Admin

Mensagens : 1695
Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por LolitaRoger em Sab Jul 25, 2015 8:00 pm


John Constantine

Logo iam para o carro e ele voltava a ocupar o banco do carona enquanto a morena ia para trás do volante. E antes que alguém pergunte se John Constantine dirige: não, ele não dirige. Na verdade o pior erro que alguém pode cometer é permitir que ele dirija (deve até mesmo existir uma lei universal que diz isso deve ser evitado o máximo possível).

Dorian H. Gray

Charles parecia incapaz de controlar as lágrimas, e Dorian não a culpava. Não que a albina houvesse chorado tanto ao perceber seu fatídico destino, quando o descobriu já nem se importava mais. Não... O que a fez chorar foi algo mais humano. Foi quando seus erros custaram a vida da pessoa amada. Isso a fez chorar. Isso a fez se culpar. Tanto que até hoje ela ainda visita o túmulo sempre que é possível, sempre levando as mesmas flores...
As flores que adornavam o berço de seu pequeno bebê... Ela nem mesmo teve tempo de ser realmente uma mãe para ela...
Mas podia se lembrar, a pequena mãozinha de dedos gordinhos que sempre tentavam se fechar nas pétalas das flores, os grandes olhos azuis que fitavam tudo com curiosidade, ela ainda quase não tinha cabelo, apenas um poucos fios loiros que beiravam o ruivo. Emma... Ela nem mesmo chegou a ter tempo de dizer ‘mamãe’...
Mas afastou isso de sua mente enquanto guiava Charles pro banheiro, de nada ajudaria se Dorian também começasse a chorar.
Ajudou Charles a se despir e recolheu aquele pijama hospitalar para jogá-lo fora.
–Tome um banho, relaxe... Vou preparar algo quente para você tomar. – a albina falou e saiu dali indo em direção à cozinha se livrar do pijama hospitalar.

Steven Lancaster

Apenas assentiu quando ela disse que ele iria com ela. Ele simplesmente não estava em condições de discutir aquilo, e deixaria qualquer decisão para ser tomada pela mulher.
Ela o soltava do abraço e tomava sua mão enquanto o levava para fora de lá. Não seria de surpreender que agora conseguissem sair da casa. Devia estar toda destrancada agora. Mas a preocupação dele nem era essa, e sim oque fazer a respeito dos criados mortos pelo fantasma... Como explicar para a polícia que foi um fantasma? E para as famílias... Ele nem mesmo sabia por onde começar a resolver aquilo tudo.
-Pra onde vamos? – só agora ele lembrava de perguntar.

Theodore O’Callaghan

Viu a mulher lhe sorrir em agradecimento, um sorriso tímido antes de concordar que ele pedisse por ela.
–Dome, um irish coffee sem whisky. – pediu enquanto a velha ruiva lhes passava as canecas por trás do balcão.
Não tinha como não notar que Jemma ficava em silêncio enquanto os outros dois conversavam. Acabou se virando na direção dela enquanto recebia o café da ruiva e lhe entregava para a morena.
–Então, Jemma.. – falou –Você também trabalha na AGES, ou como eu apenas presta consultoria para uma área específica? – perguntou com uma pequena nota de curiosidade na voz.
Logo ouviu Peter falar sobre a área de pesquisa da morena o que fez Theodore se virar para ela e ignorar totalmente o sorriso suspeito do amigo.
–É mesmo? Isso sim é algo interessante. Em qual área você se aprofundou mais? – perguntou para ela.

LolitaRoger
Admin

Mensagens : 1707
Data de inscrição : 18/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por Daenis em Sab Jul 25, 2015 8:17 pm

Jemma Park Willberg | 26 anos | Agente

Jemma ergueu os olhos um pouco assustada para Peter. Ele estava direcionando a atenção para ela. Reprimiu a vontade de se enfiar sob uma mesa e agradeceu pelo café, sentindo as pontas das orelhas ficarem quentes e agradecendo internamente pelo cabelo as estarem cobrindo.
- Sim, trabalho na AGES - ela respondeu, passando o dedo pela borda da xícara. Sentiu um aperto no peito, mas fez o melhor para ignorá-lo. Se virou para o homem a fim de lhe responder. - Egiptologia. Mas posso dizer que meu objeto principal de estudo é a mitologia e a religião.

Caron John Whirt | 33 anos | Agente

Entrou no carro que Clare havia destrancado e sentou-se no banco traseiro. Colocou o cinto e esperou que ela desse a partida. Ele não expressaria em voz alta, mas estava aliviado por estarem finalmente indo para o pub. Não conseguia imaginar como Jemma estava se sentindo. Não, na verdade conseguia. E era isso que o preocupava.

Charlotte "Charles" Ruth Middleton | 23 anos | Garçonete/aspirante à cantora

Charles assentiu com a cabeça e entrou embaixo do chuveiro enquanto a outra ia se desfazer das roupas. Deixou que a água quente escorresse pelo seu corpo, por sua cabeça, molhando seus cabelos. Ela abraçou a sensação quente e sentou-se no chão frio de azulejo.
Conforme a água quente ia acalmando Charles, a garota foi parando de chorar, até que não restasse nada mas seus olhos vermelhos e inchados. Cruzou as pernas na altura do peito e as abraçou, apoiando o queixo nos joelhos.
avatar
Daenis
Admin

Mensagens : 112
Data de inscrição : 17/07/2015

Ver perfil do usuário http://ages.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por ArabellaC. em Sab Jul 25, 2015 8:35 pm



Clarisse Silveri | Agente | 23 anos

Aguardou que os dois entrassem e se acomodassem e logo deu a partida.



Peter Ives | Agente | 32 anos

Sentia-se satisfeito por apresentar um nerd ao outro, mas isso não queria dizer que ele tava afim de ouvir eles falarem sobre religião, história e o escambau numa sexta a noite e em um pub. Ele queria beber e esquecer os problemas, não dormir sentado.
_ Fico feliz de você terem tanta coisa em comum, Theo irá lhe convidar para tomar um café ou o almoço nesse fim de semana e você continuam o papo animado_ e sim, ele não dava a mínima se o moreno tinha outros planos _ Agora vamos nos divertir de verdade, ok? Jemma, Theo, meus amigos do peito, me digam o que tem feito de bom? Não vale dizer nada sobre estudo ou trabalho.



Beatrice Ives | 21 anos | Fotógrafa

O guiava pela não para fora do quarto, mais uma vez passavam pelo corredor repleto de corpos, ela o guiou diretamente para a escadas, aumentando o ritmo das passadas para que ele não tivesse que aturar aquilo por mais tempo, pouco tempo depois atravessavam as portas da mansão.
_ Para o meu apartamento_ respondeu, o levando até o carro.

ArabellaC.
Admin

Mensagens : 1695
Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AGES - Casos Sobrenaturais

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 40 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 22 ... 40  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum